Emprego

ALE busca integradores com penetração no país e especializados em verticais


ALE

Comemorando 30 anos no Brasil, a Alcael-Lucent Enterprise (ALE) busca integradores no país especializados em verticais e com penetração nacional, contou o country manager da companhia, Sinclair Fidelis.

PUBLICIDADE

Algumas das verticais focos da ALE são transporte e smart city. [As duas verticais] estão tendo crescimento e investimento muito grande nesse momento pós-pandemia e são onde é preciso uma especialização muito grande”, afirmou Fidelis. O segundo enfoque das integradoras devera ser ampla penetração no país e grande força de venda.

Dentre as tecnologias nas quais a ALE está interessada, a principal é network. A companhia possui um portfólio que inclui LAN, W-LAN, DWDM, entre outros. A ALE também tem foco de telefonia SIP e  cloud communication. “Estamos fazendo uma grande aceleração na parte de telefonia”, comentou o country manager.

De acordo com Fidelis, novidades estão a caminho. Em 2022, a companhia deverá lançar uma nova ferramenta de gestão OmniVista, sistema  de gestão de rede da empresa. A ALE também pretende trazer uma nova linha de telefonia SIP a partir de telefones halo.

“Para 2022, teremos um roadmap bem extenso de lançamento de novas linhas de produtos, de networking, de voz, de communication”, afirmou. Fidelis disse ainda que a ALE trará novos parceiros de rede.

Novos valores para a companhia

Com o contexto pós-pandemia, a ALE tem procurado formas de incluir novos valores aos seus clientes. Um deles é automatização de processos nas empresas, desde a implantação de rede. Na visão do country manager, o contactless será uma tendência e só pode ser viabilizada automatização.

Outro valor é a transformação digital de clientes com base nos pilares de IoT e segurança, segundo Fidelis. A ALE trabalha no segmento de IoT captando os dispositivos com a rede por meio de Sistema Baseado em Localização (LBS) e ferramentas de rastreamento de ativos. Nesses sistemas conectados, dispositivos de funcionários e de convidados representam uma porta de entrada para ciberataques. Por isso, Fidelis destaca a importância de protocolos e critérios de segurança muito bem definidos.

Por fim, a companhia passou a focar no trabalho híbrido com um possível retorno dos funcionários aos escritórios. A expectativa é de que, agora, os espaços de trabalho deverão ser menores, facilitando a implantação do Wi-Fi 6. “A rede Wi-Fi tem maior velocidade e disponibiliza eficácia melhor do que as redes cabeadas utilizadas no momento pré-pandêmico”, completou o representante da ALE.



Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button