Emprego

Facebook apresenta soluções para fibra em poste e fibra “pelo ar”


Crédito: divulgação

Na direita está o Bombyx e na esquerda, o Terragraph. Crédito: divulgação

PUBLICIDADE

O Facebook divulgou em coletiva de imprensa mais detalhes sobre suas soluções para ampliar cobertura de internet. Um robô Bombyx faz a instalação da fibra no ar, envolvendo os cabos em postes de energia elétrica. O que promete menos custos na implantação da tecnologia. O Terragraph, por sua vez, é a conectividade sem fio da companhia, feito para áreas urbanas onde a fibra não chega

O Bombyx tem entre seus materiais um plástico projetado para que o robô  não seja danificado devido às altas temperaturas e para evitar acidentes de trabalho que podem acontecer em altas voltagens. A fibra cabeada entre os postes é ainda 10 vezes menor e mais leve do que um cabo de fibra regular. Isso porque não é necessário instalar mais fibra para suportar o aumento de tráfego no futuro.

“Por causa dos postes nós sabemos de antemão quantas casas e negócios cada cabo irá servir”, explicou Karthik Yogeeswaran, engenheiro do Facebook que participou do desenho do produto

De acordo com o funcionário, desde o anúncio do produto no ano passado, a empresa diminui o tempo que o robô leva para atravessar obstáculos. Esse número saiu de 70 segundos para 44 segundos. A máquina também dispõe de uma visão de 3D gerada por uma câmera estéreo. A companhia também está trabalhando em sensores customizados a fim de detectar com precisão o tamanho e limites dos obstáculos.

Crédito: divulgação. Facebook
Crédito: divulgação

Banda larga: Terragraph

Crédito: divulgação
Crédito: divulgação

Já o Terragraph, chamado de “fibra pelo ar” pela equipe do Facebook, utiliza frequências em ondas milimétricas (mmWave). Os equipamentos de transmissão contam com chip da Qualcomm, além de produtos de outros parceiros, como MikroTik e Cambium Networks. Os aparelhos foram desenhados para suportar condições extremas, inclusive, temperaturas que variam entre -20º C e 55º C.

O objetivo do Terragraph é fornecer conectividade distribuída. Essa rede demanda Pontos de Presença (PoP) de fibra. A partir daí também são necessários Nós de Distribuição e Nós de Consumidores. Os Nós de Distribuição transmitem o sinal pelo PoP para outro Nó de Distribuição. Enquanto isso, o dos Consumidores ficam ao lado de prédios e casas, garantindo conexão com Wi-Fi dentro de construções.

Com o produto pronto para ser escalado, os parceiros mencionados da plataforma já iniciaram as vendas do Terragraph. Hoje, mais de mil provedores de serviço compraram um total de 30 mil unidades.

 



Source link

Related Articles

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Back to top button